Velha ou nova?

by

Acho que to ficando velha.

Sério.
Cada vez que eu vejo um post relacionado à infância nos anos 80, eu sinto nostalgia. É um sentimento gostoso, mais de saudade do que de estar ganhando idade.
Mas hoje eu percebi que o tempo realmente está passando, e eu estou envelhecendo.
Não tenho rugas no rosto, nem senti o peso dos 30 anos ainda. Mas quando vc começa a se lembrar de coisas que se passaram há muitos anos, com detalhes, vc fica se perguntando como pode o tempo ter passado tão de pressa a ponto de vc nem notar.

Por que eu senti isso hoje?
Nada demais. Nós estávamos comentando a respeito das eleições nos Estados Unidos, da cobertura gigantesca da imprensa brasileira, declarações do porta-voz do Vaticano, etc, etc.
Quando surgiu o nome do Bill Clinton. Me lembro do rebuliço que foi a eleição dele. EM NOVENTA E TRÊS.
E lembrei com detalhes do caso da Mônica Lewisky, e ainda debati sobre o que achava. Eu disse:
“Sempre achei que ela premeditou tudo”
SEMPRE ACHEI? Como assim “sempre achei”?
Quando isso aconteceu, eu lá tinha idade pra “achar” alguma coisa?
Tinha.
Eu era um projeto de gente ainda. Mas já pensava.

E isso aconteceu há 10 anos.
Então, outros fatos me vieram a tona:

– Me lembro do impeachment do Collor, e do pessoal no colégio cantando:
“Rosane, que coisa feia! Prepara o modelito pra cadeia!” há 16 anos.
– Me lembro do caso PC Farias. (não lembro há quanto tempo)
– Me lembro do Ulisses Guimarães, e da piadinha:
“O que é um ponto prateado no fundo do mar? É o relógio do Ulisses Guimarães” (não lembro há quanto tempo)
– Me lembro de ter visto no jornal a foto do corpo do Tom Jobim no caixão, e não ter conseguido dormir a noite, há 16 anos.
– Me lembro do momento do acidente do Ayrton Senna, que meu pai – alucinado por f1 – disse: “Ih… morreu”.
E minha mãe retrucando: “Coisa horrível, João. Para de agourar o homem! Ele vai ficar bom.” (eu estava assim: O.O), há 14 anos
– Saí na capa do Jornal do Brasil quando os Mamonas Assassinas morreram,  há 12 anos.
– Eu votei no PRONA.

Isso, sem falar, que às vezes me pego com hábitos e necessidades que antes, achava meio ridículo.

– Assistir telejornal e achar interessante algumas coisas, e outras importantes.
– Ter, às vezes, que ser politicamente correto, e aprender a engolir determinados sapos.
– Preguiça
– Cansaço
– Não ter tempo

To na flor da idade né?
Não tenho neurose nenhuma com isso. Isso foi só um bla bla bla básico. Me deu vontade de escrever sobre isso e tal…
Bom, levando em conta que eu quero chegar aos 130 anos, provavelmente eu sentirei vontade de escrever a respeito disso novamente. Mas nem tão cedo.

Quando eu começar a fazer hidroginástica, eu volto a escrever.

Carinho,
Faísca

A propósito: O que vcs vêem na imagem?

3 Respostas to “Velha ou nova?”

  1. Rapha Says:

    Eu tinha visto uma jovem.
    Mas como vc fez a pergunta, fiquei procurando algo e vi uma veia… XD

  2. Kel Says:

    rá…. véia!

    hauhauhuahauhauhauhauhau

    (vc, não a imagem… na imagem vejo as 2)

  3. Jennie Says:

    oO só vejo a moça —

    eu tb lembro de tudo isso ¬¬

    do impeachment ainda mais… foi na época que meu pai era politico… ele seeempre levava junto dos manifestos q tinha aqui na região.. claro q nao ficava no meio da bagunça… mas lembro bem disso!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: