Campanha Adote um Vira-Lata

by

O Dorly Neto nos convidou a participar da Campanha “Adote um vira-lata”.

“Quanto custa a vida de um animal? Muitos escritores, e pessoas consideradas geniais, como Leonardo da Vinci (que por acaso era vegetariano), já declararam seu amor por eles. Mark Twain, tem uma frase que é um bom resumo: “Se você apanha um cachorro faminto e o alimenta, ele não o morderá; esta é a principal diferença entre um cachorro e um homem.” Pura verdade. O mundo está repleto de animais abandonados, famintos, com frio, e vítimas de terríveis crueldades. Assim como o ser humano, os animais merecem respeito.

Muitas pessoas adoram animais. Gostariam de ter cachorros ou gatinhos, mas não podem por vários motivos: alergia, apartamento pequeno, emprego que requer muitas viagens. Pois você pode ajudá-los sem precisar ter um. Por compaixão. A campanha da Vira-lata foi bolada para isso. E para incentivar adoções de cachorrinhos e gatinhos sem pedigree que, aliás, são os mais charmosos. Também pretendemos mostrar que cães adultos não devem ser rejeitados na hora de levar um vira-lata pra casa. Eles são companheiros e bacanas. Muitas pessoas compram animais. Mas não deveriam. Desculpe a frase feita, mas é verdadeira: ninguém compra um amigo.

Existem muitas ONGs sérias; canis de ativistas que dedicam suas vidas aos animais; instituições; e grupos de resgate que carregam animais atropelados, maltratados, e até mesmo desmaiados, para clínicas veterinárias, cuidam, dão carinho e… três meses depois o cachorro está lindo. Digo três meses como média, pois tenho acompanhado vários casos assim. Não sei como conseguem. Quando recebo algumas fotos, tenho certeza de que vão morrer. Vou poupar vocês do porquê. Mas sobrevivem. Não acredito que seja só a medicação. Outro clichê: é amor.

Para ajudar os protetores sérios, e conhecidos assim pelos grupos de resgate & salvamento, o SRZD criou o Clube dos 500. A editoria Vira-lata recebe dezenas de emails por dia pedindo ajuda: ração, remédios, cirurgias, pedaços de pano e até mesmo jornais. Algumas pessoas têm até 80 cachorrinhos num canil e vivem com dificuldade. Nunca conheci nenhuma protetora rica. Elas existem, mas não sei onde estão. As que conheço estão sempre se cotizando para pagar veterinários, comida, transporte. Uma coisa você pode ter certeza: só entra no site protetores conhecidos pela sua dedicação e seriedade. Muitos cachorros são abandonados pelos donos. Esquecidos na hora da mudança. Por isso somos adeptos da adoção responsável, que cadastra o adotante, incluindo comprovante de residência. Porque não adianta um cão ser abandonado, adotado, e abandonado de novo. Cachorro não é um brinquedo. Eles sentem, sofrem e precisam de afeto. É para eles que dedicamos esse espaço. E todo amor do mundo.”

(Marina W., editora)

É isso ai pessoal!
Pra que comprar um animalzinho se podemos adotá-los?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: